RPPN – Fazenda dos Cordeiros Reserva Particular de Patrimônio Natural

Categoria: Preservação

Juntos há mais de 15 anos, Ana Beatriz Cordeiro e Ayrton Violento trabalham com o Turismo EcoRural na Fazenda dos Cordeiros, que possui duas RPPNs, Cachoeirinha (53ha) e Rabicho de Serra (112ha)

Ana Beatriz, filha caçula dos Cordeiros, formada em administração, empresária nos setores de perfumaria e alimentação, decidiu assumir as atividades rurais na propriedade da família, quando participou do Planejamento Estratégico do Turismo em Silva Jardim. Foi então que conheceu Ayrton Violento, presidente da Associação Brasileira de Turismo Rural no Estado do Rio de Janeiro e em um ano decidiram passar a vida juntos. Doze anos depois, o casal é responsável pelas atividades de Turismo EcoRural na fazenda, pioneira no estado do Rio de Janeiro.

Localizada no município de Silva Jardim, a fazenda tem perto de 500 hectares, a Fazenda dos Cordeiros é hoje referência no Turismo EcoRural, com o Projeto Aprendiz de Fazendeiro e na restauração ambiental da Mata Atlântica, bioma brasileiro mais ameaçado. “A biodiversidade é uma das mais altas do mundo. Em função disso, tem 20 mil plantas e quase um milhão de espécies entre insetos etc. Isso é nosso patrimônio”, afirma Stuart Pimm, o americano e presidente da Saving Species.

Ana Beatriz estima que 50% da propriedade estejam com cobertura florestal atualmente, considerando as RPPNs, reserva legal e as áreas de preservação permanente. “A missão é reflorestar toda área degradada”.

Podemos dizer que a preservação da vegetação na Fazenda dos Cordeiros é exceção no Brasil. Apesar de 72% da população brasileira viver em um dos 17 estados onde está presente a Mata Atlântica, só restam 12,4% da mata original, segundo dados da Fundação SOS Mata Atlântica.

O processo de colonização brasileiro, a partir da costa atlântica, está intimamente ligado a esses números. A devastação foi agravada ainda pelos ciclos econômicos de produtos como o café, posteriormente pela industrialização e mais recentemente pela expansão das cidades em cima da floresta.

De acordo com o levantamento mais recente do Atlas da Mata Atlântica, iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), entre 2016 e 2017, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraíba, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte, chegaram próximos ao desmatamento zero.

A área ocupada pela Fazenda dos Cordeiros é propriedade da família de Ana Beatriz desde 1950. Até a década de 1990, funcionava como uma fazenda com criação de gado leiteiro e de corte, além de plantação de mandioca, milho, berinjela e banana..

O Turismo EcoRural e a parceria com a Associação do Mico Leão Dourado, atraem muitos visitantes estrangeiros. “Estou muito feliz com o que aprendi sobre Turismo, agricultura orgânica e meio ambiente. Agora é a língua inglesa, que quero aprender por causa dos turistas”, conta Paulinho, um jovem anfitrião local que adora levar os turistas para conhecerem nossas cachoeiras, uma caminhada de 2 h30, muito divertida.

“São 10 anos pensando em como formatar o Turismo EcoRural, quem é ou será o público, quais atividades devem ser desenvolvidas, como fazer observação de aves (prática comum fora do Brasil) e principalmente como fazer observação do Mico Leão Dourado. Conseguimos a parceria com a AMLD e com a Breda’s University da Holanda para formatação do produto turístico visando o público estrangeiro e que vamos testar agora em 2019”, afirma Ana Beatriz.

Desde 2011, com a implantação do Horto A², criado com o objetivo inicial de recuperar as matas ciliares da Bacia Hidrográfica do Rio São João, a Fazenda dos Cordeiros vem plantado árvores de Mata Atlântica e formando seu banco de matrizes. Foram aproximadamente 64 mil mudas de árvores nativas plantadas, 80 espécies diferentes, tais como: Jequitibá, Cedro Rosa, Ipê-branco, amarelo, Pitanga, Grumixama, Jussara e Jabuticaba.

Ajude a reflorestar a Mata Atlântica

Em março/2019, será feito um novo reflorestamento. A meta é plantar outras 15 mil árvores em 6 hectares a partir de recursos arrecadados com o Turismo EcoRural. A cada hospedagem 100 árvores serão plantadas.

A escolha depende de identificar quais espécies estão mais bem-adaptadas à quantidade de luz solar e às características do solo. "Temos experiência de 10 anos de observação plantando árvores aqui. Quais espécies crescem bem em áreas desnudas de vegetação, na beira dos rios e na floresta densa.

Silva Jardim é o habitat do Mico Leão Dourado, endêmico nessa baixada litorânea de Mata Atlântica, ponto de encontro da Mata Atlântica do norte com a do sul, o que aumenta a biodiversidade. "Por isso cabe o esforço de preservar, conservar o que tem, mas a gente não sabe se isso basta. Explica o ambientalista André Micaldas.

Um ponto que conta muito a nosso favor na Fazenda dos Cordeiros é nossa localização, próxima as REBIOs União e Poço das Antas e ao Parque Estadual dos Três Picos. Criado em 2002 e com 67 mil hectares, o local abriga um Jequitibá-rosa com idade estimada de mil anos. Considerada a maior espécie de árvore da Mata Atlântica, são 30 metros de altura e 19 de circunferência de base. É preciso juntar 12 pessoas para abraçar a árvore.

Com nascentes preservadas na Fazenda dos Cordeiros, o Rio São João, principal rio da bacia de mesmo nome, alimenta da Lagoa de Juturnaíba, que abastece 3 milhões de pessoas na região da Costa do Sol. Há ainda entraves para melhorar a qualidade do meio ambiente na região. No município de Silva Jardim, por exemplo, ainda não há tratamento sanitário.

Aqui na Fazenda dos Cordeiros acreditamos que a preservação da fauna e flora também têm impacto direto na comunidade local, de prevenção de crises hídricas a ganhos de bem-estar pessoal. O convívio com áreas verdes ajuda a reduzir a pressão arterial, além de proporcionar outros benefícios para saúde, como redução da ansiedade. “A floresta é uma experiência sensorial, um banho de natureza”, diz Ayrton Violento

Uma fazenda que Recebe!

Contatos

 reservas (@) fazendadoscordeiros.com.br
   +55 (21) 99640.6059 (Whatsapp)
   Estr. João Carvalho, 2800 - Imbau, Silva Jardim - RJ, 28820-000, Brasil

Rede Social